O provedor de internet afeta a velocidade do meu acesso ?

Sim, o provedor afeta a qualidade e a velocidade da internet do usuário.

Entenda que um provedor é nada mais do que um “atacadista” de internet. Ele compra internet de um provedor MAIOR em atacado, em grande “quantidade” (na verdade em grande velocidade) e revende no “varejo”, em pequenas partes, para os seus clientes.

Por exemplo, um provedor pequeno (vamos chamá-lo de tartaruga) compra 1000 megabits por segundo de um provedor maior (vamos chamá-lo de coelho). Como ele está comprando uma velocidade grande dessas, o coelho dá um desconto para tartaruga.

O coelho então faz a conexão em alta velocidade entre a sua sede e a sede de tartaruga.

Tartaruga liga a sua rede a conexão que coelho proveu e acessa a internet.

Aí um cliente de tartaruga, vamos chamá-lo de caramujo, compra de tartaruga um acesso de 10 megabits por segundo. Como tartaruga tem 1000, caramujo vai ocupar 10, sobram 990 megabits para tartaruga vender para outros otário.. .quer dizer … clientes. Tartaruga então vai passar um cabo de fibra ótica, ou coaxial ou fio de cobre entre a sua sede e a casa de caramujo. Em cada ponta do fio/fibra/cabo tartaruga instala um “roteador” para interligar os equipamentos da casa de caramujo a rede de tartaruga em sua sede. Essa ligação pode ser feita inclusive via rádio. Assim que os provedores em geral funcionam, inclusive os provedores via rádio.

Ora , se tartaruga vende acessos de 10 megabits e ele tem 1000 megabits significa que tartaruga só poderia ter 1000/10 = 100 clientes como caramujo.

Aí começa a malvadeza dos provedores de acesso. No ramo de provedores essa malvadeza se chama “colocar água no leite”. Ou seja, tartaruga compra 1000 megabits por segundo mas vende muuuuuuuuito mais do que esses 1000 megabits.

Suponha que tartaruga tenha 100 clientes de 10 megabits por segundo cada um. Então 100 * 10 = 1000 megabits que ele comprou de coelho .. até aí tudo bem.

Mas e se tartaruga vender para outros 100 clientes os mesmos 10 megabits ?

Ele vai ter 200 clientes cada um a 10 megabits por segundo, portanto ele vendeu 200 * 10 = 2000 megabits ! É o dobro do que ele compra de coelho !!! Como pode isso ?

O que acontece é que a maioria das pessoas, quando acessa a internet apenas para navegar na web, enviar/receber email, mandar/ mensagens via skype/whatsapp, passa a maior parte do tempo LENDO/ESCREVENDO o conteúdo e só alguns momentos usando de fato a capacidade de recepção/transmissão da internet.

Por exemplo, quando você acessa o site de perguntas e respostas para escrever uma pergunta, você acessa a página, ela é transmitida para o seu computador. Aí para a transmissão, a sua internet fica ociosa. Enquanto você está lendo a página e depois escrevendo a pergunta, nada é transmitido/recebido. O seu provedor não envia nem recebe dados. Fica ocioso. Quando você escreve tudo e clica no botão enviar, só então os dados são transmitidos. Acontece que tanto a página que você leu como a pergunta que você enviou são pequenos. Tem poucos dados e são transmitidos/recebidos rapidamente. A internet volta a ficar ociosa.

Justamente por causa do caráter de uso intermitente da internet que as pessoas fazem, permite-se que o provedor venda MAIS do que COMPROU. Enquanto você está lendo a sua mensagem, outro usuário do provedor está baixando de fato uma página.

Bom, isso acontecia muito antigamente quando a internet era basicamente só texto. Por causa dessa característica, era comum o provedor vender algo em torno de 50 a 100 vezes mais do que comprou. E o curioso é que ninguém percebia lentidão alguma.

Aí o tempo passa, o tempo voa, a internet vai se sofisticando e passa a trafegar imagens (opa, é muito mais dados), som (mais dados ainda) e vídeo (aí laskou de vez porque é dado pra caramba). Ahá ! Com o advento da multimídia a demanda de transmissão de dados aumenta muito.

Para assistir um video na internet, no youtube ou netflix, quando você dá play, o vídeo tem que ser transmitido em alta velocidade e em grande quantidade de dados. O usuário de internet fica sem fazer nada enquanto os dados são transmitidos. O mesmo acontece quando se vai fazer um download (ou upload) de um arquivo, de um jogo, de um programa. São muitos dados transmitidos. O mesmo acontece com jogos online em que os comandos do jogador e as modificações no campo de jogo são transmitidas/recebidas continuamente.

Aí os provedores que colocavam muita água no leite não conseguem manter a velocidade percebida.

Voltando ao exemplo de tartaruga, que vendeu 2000 megabits (para 200 clientes) apesar de ter comprado apenas 1000 megabits de coelho.

Se todos os 200 clientes de tartaruga decidirem acessar a internet ao mesmo tempo então os 1000 megabits que ele compra de coelho terão que ser divididos entre os 200. Isso significa que 1000/200 = 5 megabits ! Epa !! que história essa ? Os clientes de tartaruga estão pagando por 10 megabits  e só estão recebendo 5, metade disso !! AHá !!! Aí está a água no leite.

Como estatisticamente a probabilidade de TODOS os 200 clientes de tartaruga estarem em casa ao mesmo tempo e todos fazendo download ao mesmo tempo é praticamente nula, não se percebe problema. Porém, se todo mundo começar a usar … aí a rede fica lenta. Por isso que existem horários em que a internet é mais lenta e em outros horários a internet é mais rápida.

Para tornar mais cruel esse lance da água no leite, a ANATEL no Brasil em 2018 permite que a velocidade real disponibilizada para os cliente seja apenas 10% da velocidade nominal contratada. Isso significa que se você paga por 50 megabits, você só pode exibir um décimo dessa velocidade, 5 megabits. Em teoria os provedores podem vender 10 vezes mais a sua banda nominal. Na verdade eles vendem muuuito mais que isso e aí acontecem as oscilações de qualidade entre um provedor e outro.

Então porque a escolha do provedor pode afetar a velocidade da internet ?
Pense bem, se tartaruga compra 1000 megabits e vende para 200 clientes ele vai ter uma velocidade percebida melhor do que outro provedor chamado LentaNet que compra os mesmos 1000 megabits mas vende para 600 clientes.

Agora pense bem, da mesma forma que tartaruga e LentaNet compram de coelho, coelho compra de um provedor MAIOR ainda um enlace de 10.000 megabits para vender para um monte de tartaruga’s e LentaNet’s, portanto o problema da água do leite continua nessa escalada para cima. O que quero dizer é que você pode ser cliente de um provedor que é cliente de um provedor que é cliente de outro provedor que é cliente de outro provedor …. e cada um deles vai ter a sua velocidade e a velocidade final que você vai perceber é uma mistura das velocidades derivadas de cada um desses enlaces.

Outro aspecto interessante é o da interconexão.

Suponha que a OutraNet seja um provedor na mesma cidade que tartaruga e LentaNet. Suponha que OutraNet está ligando a um provedor diferente de coelho. Vamos chamá-lo de ChitaraNet. O mesmo esquema, ele compra de um provedor maior que nem tartaruga faz com coelho.

Agora imagine que na rede de tartaruga tem um servidor de jogos muito legal, com uma turma boa e animada. Os usuários de OutraNet jogam muito nesse servidor. A rede de OutraNet tem que dar a volta ao mundo para sair pela ChitaraNet, ir até o provedor de ChitaraNet passar não sei por onde e em algum momento entrar na rede de coelho e dentro da rede de coelho chegar a tartaruga onde está o servidor de jogos.

O administrador de OutraNet percebe então que esses usuários do jogo estão ocupando a saída para a internet apenas para se ligarem a um servidor que está do outro lado da cidade. Esse administrador é esperto e liga para o administrador de tartaruga e propõe o seguinte : “Olha, tenho muitos usuários que acessam seu servidor. Tanto eu como você estamos pagando caro para nosso provedores para essa galera jogar. Que tal se a gente ligasse nossas redes diretamente entre si, sem intermediários ? Os jogos ficariam mais rápido e a gente não ocuparia nossa saída para a internet”. Tanto para tartaruga como para OutraNet é interessante “trocar tráfego” entre si já que existe um volume de tráfego grande. Dependendo do volume pode sair mais barato ligar direto. Além disso, um pode usar a saída do outro para internet em caso de pane no provedor. Isso é o que se chama de interconexão.  Eles concordam e estabelecem o enlace entre um e outro e dividem a conta. Esse é o princípio da “teia” da internet.

Então, se ao tentar acessar um servidor na internet, onde quer que seja, pode ser um servidor de web, de vídeo, de áudio, de email, de arquivos, de jogos, seja o que for … pode acontecer de ter mais de um caminho para chegar a esse servidor. Quanto menor for o caminho, mais rápido será o acesso.

Isso significa que a velocidade de fato muda de um provedor para outro mas dependendo do que você vai acessar, pode ser que o provedor que é lento para todo mundo seja suficientemente rápido para você.

Os provedores de acesso promovem a utilização da sua própria rede para diminuir o uso da saída para a  internet que é cara. Por isso os provedores locais criam seus próprios servidores locais de jogos para que os usuários não esgotem sua saída para internet.

 

Anúncios

Comente aqui ou faça uma pergunta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s